Mestre King é homenageado no Novembro das Artes Negras


Em celebração ao mês da Consciência Negra, a Fundação Cultural do Estado (Funceb) lança o projeto Novembro das Artes Negras, que contempla a produção artística negra nas diversas linguagens, com uma série de atividades em Literatura, Artes Visuais, Dança, Audiovisual, Teatro, Música e Circo, abertas ao público.

Mestre King é homenageado em exposição e exibição de documentário (Foto: Thyago Bezerra | Divulgação)

Uma das ações será a Exposição “Mestre King”, que fica em cartaz de 16 a 30 de novembro, na sede da Fundação (Pelourinho) e inaugura as atividades da Sala King. A mostra homenageia o professor e coreógrafo, primeiro homem a se graduar em Dança pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e precursor da dança afro-brasileira. A exposição reúne fotografias de nomes como Any Valette e Rafael Martins, além de fotos do acervo pessoal do Mestre, retratando a sua trajetória profissional, desde aluno da Escola de Dança da Ufba até se tornar coreógrafo renomado com o grupo Gênesis e de sua mais recente criação, o espetáculo “Opaxorô”.

Exibição de documentário

Nesta quinta-feira, 16, dia de abertura da mostra,  às 15h, será exibido o documentário “Raimundos: Mestre King e as Figuras Masculinas da Dança na Bahia”, que contará com a presença do homenageado. Dirigido pelo bailarino e coreógrafo Bruno de Jesus, com roteiro de Gabriel Ormuz Machado e produção de Inah Irenam, o documentário foi inspirado no espetáculo Raimundos, que Bruno estreou em 2014 para celebrar os 50 anos de carreira de King.

Sala King, exibição do documentário e abertura da exposição “Mestre King”
Onde: Sede da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Pelourinho)
Quando: quinta-feira, 16 de novembro
Horário: 15h
Visitação: até 30 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h