Lenine supera ‘pressão’ e mostra vitalidade em estreia de nova turnê


Ele cantou, dançou, conversou com o público, sentiu o calor de Salvador e viu a pressão… baixar. Assim foi o encontro de Lenine com os fãs baianos na noite deste sábado, 19, durante a estreia da turnê que marca o lançamento do disco “Em Trânsito”, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves.

Nem mesmo um mal estar passageiro – que o obrigou a interromper o show por cerca de 15 minutos – tirou a energia de Lenine no palco. Ao retomar a apresentação e receber a ajuda de um ventilador só para ele, o cantor comentou: “Colocaram um ventilador aqui. Estou me sentindo a Beyoncé”, disse ele, causando risos na plateia, pouco antes de entoar os versos de “Que Baque é Esse?”.

Além desta, também estavam no repertório canções como “Intolerância”, “Leve e Suave” e “É O Que Me Interessa”, assim como os sucessos “Hoje Eu Quero Sair Só” e “Paciência”.

Lenine - Em Trânsito - Concha Acústica do TCA 19052018
Lenine - Em Trânsito - Concha Acústica do TCA 19052018
Lenine - Em Trânsito - Concha Acústica do TCA 19052018
Lenine - Em Trânsito - Concha Acústica do TCA 19052018
Lenine - Em Trânsito - Concha Acústica do TCA 19052018

Fotos: Thaís Seixas e Renata Ribeiro | Cultura Agora

O público, que acompanhava de perto cada passo do cantor, interagia durante o show e, muitas vezes, recebia uma resposta na hora. Este foi o caso da fã que gritou “Beba água” após Lenine passar mal, ao que ele respondeu: “Mas aí a vontade de fazer xixi é maior ainda”, brincou.

A descontração deu o tom do espetáculo, que marcou o lançamento do novo disco do artista e deu início à turnê nacional. Confira um trecho:

As irmãs Manuela e Fernanda Vidal estavam entre os primeiros a chegar à Concha Acústica, assim que os portões foram abertos, às 17h30. O programa em família partiu de Manuela, que resolveu presentear a irmã com o ingresso pela passagem do Dia das Mães.

“Eu sou fã, especialmente do sorriso dele, e sempre achei ele muito bom. Eu não me recordo de ter ido para um show só dele, e sim com mais alguém. Fernanda é minha parceria de Concha Acústica e também gosta de Lenine. Então eu comprei os ingressos quando eu soube que ia ter o show, com um mês de antecedência. Queria fazer uma surpresa, mas não aguentei e contei logo para ela”, diz ela.

Manuela (à esquerda) e Fernanda garantiram lugar na frente do palco para ver o ídolo de perto