Instrumentos produzidos com sisal é tema de exposição


A exposição “O Som do Sisal” fica em cartaz até 20 de dezembro, no Museu Casa do Sertão, em Feira de Santana. A mostra integra as atividades da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, com o tema ‘Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável’.

Exposição tem instrumentos musicais e fotografias (Foto: Divulgação | Robson di Almeida)

O público confere vários tipos de instrumentos musicais, como ukulele, violões, violinos, sisalaixos (contrabaixo feito com sisal) e cavaquinhos, construídos a partir do reaproveitamento dos resíduos da cadeia produtiva do sisal. Além dos instrumentos, a mostra reúne fotografias de Robson di Almeida e pinturas de Pepeu Ramos (telas com desenhos em pirografia) e artesanato construído com agave, do espanhol Timbe Bernhardt.

A ideia da exposição está dentro do conceito da utilização sustentável e inovadora de recursos biológicos renováveis (biomassa). Neste contexto, por conta da produção de instrumentos musicais a baixo custo e de criar um projeto novo, com a cara da cultura do interior da Bahia, região do sisal.

Instrumentos musicais são produzidos com sisal (Foto: Divulgação | Jajá Lima)

Exposição O Som do Sisal
Onde: Museu casa do Sertão (Universidade Estadual de Feira de Santana)
Visitação: até 20 de dezembro (segunda-feira a sexta-feira, 8h15 às 11h30 e das 14h15 as 17h30)