Exposição “A Alma Infinita de Tudo” estreia na Galeria Acbeu


A mostra “A Alma Infinita de Tudo”, dos artistas visuais Luiz Cláudio Campos e José Henrique Barreto, inicia temporada a partir desta, sexta-feira, 26, às 19h, na Galeria Acbeu. A exposição é formada por um conjunto em torno de 30 fotografias montadas em molduras antigas, totens e em caixas de diversos tamanhos é o encontro dialético entre o corpo e a poesia. A mostra ficará em cartaz até o dia 23 de fevereiro, podendo ser visitada de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h. A entrada é gratuita.

"A Alma Infinita de Tudo"
"A Alma Infinita de Tudo"

 

Para associar as qualidades distintas do corpo, como a vida, a morte, o florescimento, o declínio, a fala e o silêncio, aos recursos que a poesia tem, o duo de artistas se inspirou nos cânticos da poetisa Cecília Meireles. “Para falar a essa Alma, buscamos a elaboração de uma mostra cuja poética estruturação conceitual e fazer artístico foram motivados pelos escritos de Cecília Meireles”, conta José Henrique. “Foi a partir de palavras instigantes, que se articularam imagens e recordações. Objetos foram “desguardados” e fotografados para que respondessem por si mesmos ao apelo das palavras”, completa José Henrique.

Exposição “A Alma Infinita de Tudo” – artistas visuais Luiz Cláudio Campos e José Henrique Barreto
Quando: De 26 de janeiro a 23 de fevereiro
Onde: Galeria Acbeu – Av. Sete de Setembro, 1883 – Corredor da Vitória
Horário: Abertura, sexta, 26 de janeiro, às 19h; visitação até 23 de fevereiro, de segunda a sexta, das 14h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h.
Entrada gratuita
Informações:
(71) 3444-4418 | 3483-1291- www.acbeubahia.org.br