Espetáculo “Woyzeck – Zé Ninguém” estreia temporada no Icba


Estreia no dia 29 de novembro, no Teatro Goethe-Institut Salvador-Bahia (Icba), o espetáculo  “Woyzeck – Zé Ninguém”. Com direção do ator e encenador Caio Rodrigo, a montagem fica em cartaz até o dia 10 de dezembro, de quarta a domingo. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e estão à venda na bilheteria do teatro e no Sympla.

Peça conta a história de homem que luta pela sobrevivência (Foto: Diney Araújo | Divulgação)

Concebida a partir da obra-prima de Georg Büchner, a peça faz uma reflexão sobre a exploração do homem pelo próprio homem. Baseada em fatos reais, a história conta a vida de um homem que luta desenfreadamente pela sobrevivência e desenvolve imperativamente várias atividades (soldado/fuzileiro, barbeiro e cobaia de um médico). As inúmeras tarefas não permitem que ele fique muito tempo num espaço, o que impõe o fim abrupto e precoce das cenas, influenciando na linearidade da dramaturgia.

Executadas no ritmo da urgência e do desespero, essas atividades o tiram da convivência familiar e social. Em algumas cenas, Woyzeck se despede da esposa Marie sem sequer ter entrado em casa ou logo depois de chegar. “A construção da individualidade de Woyzeck é feita a partir das relações de opressão, dos antagonismos sociais”, reforça Caio Rodrigo.

Com cortes abruptos e cenas ritmadas cinematograficamente, a adaptação é composta de elementos que reforçam a aproximação desta história com a realidade social e cultural brasileira. Em algumas cenas, Woyzeck é chamado de “Zé”. Interpretado pelo ator Felipe Viguini, esta personagem é o primeiro protagonista proletário da literatura alemã. Escrita em 1837, a obra influencia dramaturgos como Bertold Brecht, em Tambores na Noite e Um homem é um homem.

Woyzeck – Zé Ninguém
Quando: de 29 de novembro até 10 de dezembro
Horário: quarta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h
Onde: Teatro Goethe-Institut Salvador-Bahia (Icba) – Corredor da Vitória
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Vendas: na bilheteria do teatro e no Sympla