Dia do cinema brasileiro: veja 15 filmes para assistir neste final de semana


Nesta sexta-feira, 19, comemora-se o Dia do cinema brasileiro. Para isso, o Cultura Agora separou uma lista com 15 filmes nacionais que você encontra nos serviços de streaming como Netflix e Amazon Prime.

Antes, vocês sabe por quê o dia do cinema brasileiro se comemora em 19 de junho? Isso acontece porque neste mesmo dia do ano de 1898 aconteceu uma das primeiras gravações cinematográficas em território brasileiro. O responsável pelas gravações foi o italiano Affonso Segretto, que desembarcou no Rio de Janeiro e filmou “Uma Vista da Baía de Guanabara”.

Agora vamos para as indicações!

Laerte-se (2017)

A cartunista Laerte passou quase 60 anos se expressando e sendo identificada como homem, até que decidiu revelar sua identidade de mulher transexual. Uma das artistas mais reconhecidas do Brasil, Laerte teve três filhos e passou por três casamentos.

Crítica: Laerte-se, de Lygia Barbosa da Silva e Eliane Brum

Temporada (2018)

Juliana está se mudando de Itaúna, no interior do estado, para a periferia de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, para trabalhar no combate às endemias na região. Em seu novo trabalho ela conhece pessoas e vive situações pouco usuais que começam a mudar sua vida. Ao mesmo tempo, ela enfrenta as dificuldades no relacionamento com seu marido, que também está prestes a se mudar para a cidade grande.

Filme 'Temporada' retrata de forma sutil cotidiano de mulheres negras da  periferia - 17/01/2019 - Ilustrada - Folha

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Leonardo, um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel chega em seu colégio, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Longa 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho' terá estreia em Manaus |  Entretenimento | A Crítica | Amazônia - Amazonas - Manaus

Paraíso Perdido (2018)

Paraíso Perdido é um clube noturno gerenciado por José e movimentado por apresentações musicais de seus herdeiros. O policial Odair se aproxima da família ao ser contratado para fazer a segurança do jovem talento Ímã, neto de José e alvo frequente de homofóbicos e, aos poucos, o laço entre o agente e o clã de artistas românticos vai se revelando mais e mais forte, com nós surpreendentes.

Paraíso perdido', filme sobre sexualidade e música brega, é 'grito de amor'  em era moralista, diz diretora | Cinema | G1

Café com canela (2017)

Após perder o filho, Margarida vive isolada da sociedade. Ela se separa do marido Paulo e perde o contato com os amigos e pessoas próximas, até Violeta bater na sua porta. Trata-se de uma ex-aluna de Margarida, que assume a missão de devolver um pouco de luz àquela pessoa que havia sido importante para ela na juventude.

Crítica: Café com Canela, de Ary Rosa e Glenda Nicácio - Cine HQ

Em teu nome (2009)

O filme conta a história de Boni, um estudante de engenharia de origem humilde, que adere à luta armada, mas carrega dúvidas e medos sobre se este seria realmente o melhor caminho. Boni teme pela família, pela namorada e pelo futuro, que parece mais incerto a cada dia. Como tantos, é preso, torturado e banido do país ao ser trocado pelo embaixador suíço no chamado Grupo dos 70. Exilado no Chile e ao lado da companheira Cecília, Boni passa a compreender a sociedade de outra maneira.

Em Teu Nome - Filme 2009 - AdoroCinema

Bacurau (2019)

Os moradores de um pequeno povoado do sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Bacurau será transmitido de graça no YouTube

Que horas ela volta? (2015)

A pernambucana Val se mudou para São Paulo com o intuito de proporcionar melhores condições de vida para a filha, Jéssica. Anos depois, a garota lhe telefona, dizendo que quer ir para a cidade prestar vestibular. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, porém o seu comportamento complica as relações na casa.

Que Horas Ela Volta? - Filme 2015 - AdoroCinema

Minha mãe é uma peça (2013)

Dona Hermínia é uma mulher de meia idade, divorciada do marido, que a trocou por uma mais jovem. Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano, que já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles a consideram uma chata, resolve sair de casa sem avisar ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia para desabafar suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado.

Culturadoria

Ó paí, ó (2007)

Em um animado cortiço do centro histórico do Pelourinho, em Salvador, tudo é compartilhado pelos seus moradores, especialmente a paixão pelo Carnaval e a antipatia pela síndica do prédio, Dona Joana. Todos tentam encontrar um lugar nos últimos dias do Carnaval, seja trabalhando ou brincando. Incomodada com a farra dos condôminos, Dona Joana decide puní-los, cortando o fornecimento de água do prédio.

10 grandes filmes com frases inteligentes sobre a luta anti-racismo

Elis (2016)

Cantora desde a infância, Elis Regina entra na vida adulta deixando o Rio Grande do Sul para espalhar seu talento pelo Brasil, a partir do Rio de Janeiro. Em rápida ascensão, ela logo conquista uma legião de fãs, entre eles o famoso compositor e produtor Ronaldo Bôscoli, com quem acaba se casando. Estrela de TV, polêmica, intensa e briguenta, a “Pimentinha” não tarda a ser reconhecida como a maior voz do Brasil, em carreira marcada por altos e baixos.

Notícia1 | Filme sobre Elis Regina estreia no Cine Cultura na 5ª

Bingo – O rei das manhãs (2017)

Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo da televisão brasileira durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Crítica | Bingo: o Rei das Manhãs - Deviante

Meu nome não é Johnny (2008)

João Guilherme Estrella é um jovem da classe média que se torna o rei do tráfico de drogas da zona sul do Rio de Janeiro. O rapaz inteligente e adorado pelos pais passa a ser investigado pela polícia e enfrenta a dura realidade de um criminoso.

Meu Nome Não é Johnny | AXN Brasil

Aquarius (2016)

Uma jornalista aposentada defende seu apartamento, onde viveu a vida toda, do assédio de uma construtora. O plano é demolir o edifício Aquarius e dar lugar a um grande empreendimento.

Aquarius: Críticas AdoroCinema

Reflexões de um liquidificador (2010)

Elvira é uma dona de casa que passa por um momento difícil em sua vida. Seu marido Onofre desapareceu e ela decide ir à polícia prestar queixa. A trajetória do casal é narrada pelo liquidificador do casal, que ganhou vida depois de um conserto.

Cine CEU exibe o filme “Reflexões de um Liquidificador” em Sertãozinho - Em  Ribeirão | Conectando você em todos os lugares