Cia Baiana de Patifaria estreia nova temporada d’A Bofetada


Eleonora que finge amar Vânia Leão, que ama Dirce Mendonça, que ama Anitta, que não ama ninguém porque é uma raposa. A atriz que não apresenta o espetáculo, pois a situação política brasileira está um sufoco. Pandora que ficou para titia e dá aula de dialeto javanês. Fanta Maria que, pra não enlouquecer de vez, vive “rebobinando” e adora tomar choque na escada rolante da Politécnica.

A Bofetada fica em cartaz por mais dois meses (Foto: Mercury | Divulgação)

O público, que até então não tinha entrado na história, vira personagem e ri as piadas dos “patifes”, que adaptam e atualizam os textos e ‘cacos’ dos 11 personagens de A Bofetada, espetáculo da Cia Baiana de Patifaria que retorna a cartaz no dia 14 de abril, no Teatro Isba, com sessões aos sábados e domingos, às 20 horas. A temporada vai até 27 de maio.

Mário Bezerra, Marcos Barretto, Rodrigo Villa e Lelo Filho misturam as novas manchetes do noticiário político-social-econômico brasileiro aos bordões e cenas musicais que levam o público às gargalhadas: ‘é a minha cara’, ‘oxente’, ‘momento lindo, maravilhoso’, ‘adoro, chega choro’.

A Bofetada completa 30 anos de encenação nos palcos soteropolitanos, desde que estreou na pequena Sala do Coro do TCA, em 1988, tendo sido assistida por mais de 2 milhões de espectadores. A concepção original é de Fernando Guerreiro. Os três esquetes que compõem o espetáculo são de Mauro Rasi, Miguel Magno e Ricardo de Almeida. Lelo Filho assina a direção, com o diretor assistente Odilon Henriques.

A Bofetada
Quando: De 14 de abril a 27 de maio, às 20h.
Onde: Teatro ISBA – (Av. Oceânica, 2717 – Ondina – 71 4009-3622)
Ingressos: R$ 60/ meia R$ 30,00 – a bilheteria funciona de terça a quinta, das 14h às 19h, e de sexta a domingo, de 15h às 20h.
Classificação: 14 anos