Caminhada do Samba realiza 12ª edição neste domingo


Na esteira das comemorações pelo Dia Nacional do Samba – celebrado neste sábado, 2 -, cerca de mil pessoas são esperadas pelos organizadores da 12ª Caminhada do Samba, que acontece a partir das 13h do domingo, 3, com saída no Campo Grande, seguindo em direção à Avenida Sete de Setembro.

Caminha do Samba homenageia sambista Walmir Lima (Foto: Reprodução | TV Bahia)

A festa homenageia o cantor e compositor Walmir Lima, de 70 anos, autor de “Ilha de Maré”, trilha sonora informal da Lavagem do Bonfim e sucesso na voz de Alcione.

O folião poderá adquirir as camisas das entidades participantes levando uma lata de leite em pó na sede dos blocos Alvorada, Reduto do Samba e Alerta Geral. São atrações confirmadas para o evento o Grupo Raça Pura, que comandará o trio e o bloco Reduto do Samba; o grupo Comadres e Compadres, Vem Sambar, dentre outros.

No sábado, no Terreiro de Jesus, o público poderá conferir os shows de Mariene de Castro, Juliana Ribeiro, Lazzo, Edil Pacheco, Nelson Rufino, Walmir Lima, Roberto Mendes, Gerônimo, Gal do Beco, Claudete Macedo, Guiga de Ogum, Verônica Dumar, Luci Laura, Raimundo Sodré, Roque Bentenquê, Vânia Bárbara, Cláudia Costa, Fred Dantas, Neto Bala, Firmino de Itapuã e Muniz do Garcia. O grande homenageado da edição 2017 será o sambista carioca Nelson Sargento, de 93 anos.

Conforme registro da Biblioteca Nacional – com sede no Rio de Janeiro -, a data reconhecida como Dia Nacional do Samba é 2 de dezembro, quando, segundo a lenda, ocorreu a primeira visita do compositor Ary Barroso à Bahia. Autor de “Na Baixa do Sapateiro”, Ary nunca havia posto os pés em solo baiano. A partir de então, a data passou a ser comemorada até virar uma celebração nacional. Já o dia 27 de novembro marca – desta vez de forma oficial e comprovada – o dia daquele que é considerado o primeiro samba gravado: “Pelo telefone”, composto por Donga e Mauro de Almeida.